Tobias Torres - Otorrinolaringologia

Prótese auditiva de orelha média

Prótese auditiva cirurgicamente implantável indicada para pacientes com perda de audição do tipo neurossensorial ou mista que possuem excelentes resultados auditivos com aparelhos de audição convencionais, mas que, por fatores profissionais, anatômicos e/ou infecciosos da orelha externa, não conseguem utilizá-los. Esse tipo de prótese é posicionada diretamente sobre as estruturas da orelha média (ossículos ou janela redonda). O ganho auditivo funcional é semelhante ao dos aparelhos de audição convencionais. Não é indicada para pacientes com surdez profundas. No procedimento cirúrgico, sob anestesia geral, por meio de uma incisão atrás da orelha, a prótese é posicionada no osso do ouvido e acoplada em alguma região específica da orelha média. O paciente necessita de internação hospitalar por 24 horas e repouso domiciliar por 10 a 14 dias. Após um período de 30 a 45 dias de cicatrização, a prótese é ligada. É uma cirurgia realizada em adultos. Um diferencial dessa categoria de prótese é a existência de modelos parcialmente implantáveis (Vibrant Soundbridge - Medel) e modelos totalmente implantáveis (Carina System - Cochlear), em que todos os componentes da prótese são implantados na região do ouvido, por baixo da pele, e sem a necessidade do uso de qualquer outro aparelho externo para seu funcionamento. Assim como em todas as próteses auditivas cirúrgicas, as indicações das prótese de orelha média são bastante específicas e exigem avaliação pré-operatória criteriosa.

Acesse a matéria sobre implantação de prótese auditiva interna.